AWS, Microsoft Azure e Google tem crescimento de consumo na Covid-19

Microsoft Azure Aumento das Vendas em Cloud Computing
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

À medida que as medidas de confinamento forçam bilhões de pessoas a trabalhar, estudar e usar games em casa durante o novo surto de Covid-19, o uso aumentou exponencialmente para os serviços de Cloud Computing que estão por trás de videoconferências como Microsoft Teams e Google Meet, streaming e jogos online.

Os três principais provedores de serviços em nuvem do mundo – Amazon Web Services da Amazon.com Inc, Azure da Microsoft Corp e Google Cloud da Alphabet Inc – viram a demanda por seus serviços saltar no último mês.

Cloud Market Share 2020
Cloud Market Share Q1 2020

Em particular, o pico de uso diário para a ferramenta de videoconferência Meet do Google aumentou 30 vezes desde janeiro, enquanto o número de usuários diários para o sistema de bate-papo Teams da Microsoft mais do que dobrou para 75 milhões desde o início de março.

Mas, ao mesmo tempo, as empresas viram uma queda em novos contratos de grandes clientes para infraestrutura básica de servidores como storage, processamento e memória. Os contratos corporativos de IaaS de 12 a 36 meses normalmente representam uma parcela maior da receita do que os contratos para softwares de videoconferência, como Teams e Meet que são SaaS, todos computação em nuvem.

Cloud Computing gratuíta e limites de uso

Atrasos na criação de novos ambientes de servidores e ofertas gratuitas de avaliação (trial) também limitaram o crescimento das vendas no primeiro trimestre.

Por exemplo, a Microsoft disse que colocou limites sobre a quantidade de computação em nuvem que novos clientes poderiam consumir devido à escassez de recursos devido à Covid-19.

“Geralmente estamos utilizando servidores e infraestrutura que já tínhamos comprado… porque a capacidade de obter toneladas e toneladas de novos servidores com a cadeia de suprimentos fora da China foi limitada”, disse a diretora financeira da Microsoft, Amy Hood, em entrevista à Reuters.

O os provedores de nuvem registraram um crescimento de receita no primeiro trimestre de cerca de 34%, menos do que o crescimento de 37% no quarto trimestre, segundo a empresa de pesquisa Canalys.

“O investimento em nuvem nos segmentos mais afetados, como hotelaria, aviação, construção, turismo e manufatura, está sendo reduzido ou postergado”, disse Canalys em relatório na quinta-feira. “Isso compensou parte do crescimento de curto prazo desfrutado durante o trimestre.”

Aviões parados no aeroporto de Victorville, California

Ainda não está claro se os provedores de nuvem veem um impulso para o crescimento global da receita da pandemia no trimestre atual ou no final deste ano.

Empresas e governos começaram a fazer a transição da implementação de medidas emergenciais para a preparação para a reabertura nos próximos meses, mas seus orçamentos em saúde para combater o Covid-19 podem reduzir os gastos e forçar os provedores de nuvem a estender suas ofertas gratuitas.

O IDC rebaixou na semana passada sua previsão para os gastos globais de TI em 2020 para um declínio de 2,7% em comparação com uma estimativa anterior de um aumento de 3,6% por causa da pandemia.

ATRASOS EM GRANDES PROJETOS

O Microsoft Azure, que é o número 2 em receita em cloud computing depois do Amazon Web Services, viu sua taxa de crescimento de vendas desacelerar mais, em 59% nos primeiros três meses do ano, contra 62% no trimestre anterior, mostraram dados da empresa.

Uma das maiores fontes de receita da Microsoft são as grandes empresas que enfrentam problemas complicados de tecnologia, como mover sistemas inteiros de ERP’s para a nuvem da Microsoft a partir de seus próprios servidores.

Executivos da Microsoft disseram esta semana que, enquanto grandes empresas como a Anheuser Busch InBev NV continuam com essas migrações para Cloud Server, o crescimento da receita de consultoria que muitas vezes acompanha esses projetos complexos diminuiu à medida que os clientes adiavam projetos.

Cerca de um quinto da receita em nuvem (cloud computing) da Microsoft Azure pode enfrentar volatilidade no próximo trimestre por causa desses atrasos, disse a empresa.

O chefe executivo do Google, Sundar Pichai, também disse esta semana que está demorando mais para fechar negócios em nuvem, mas não ofereceu orientação de receita.

No primeiro trimestre, a receita do Google Cloud, que inclui vendas de serviços de armazenamento e software no local de trabalho, cresceu 52% em relação ao ano anterior, em comparação com 53% no trimestre anterior.

John Dinsdale, analista-chefe do Synergy Research Group, disse que, embora alguns compradores estejam postergando projetos, seus planos de adotar mais serviços em nuvem não mudaram.

“Os sinais de um bom negócio para Cloud Computing e para os principais provedores de nuvem permanecem muito positivos”, disse ele.

A Amazon, que viu o crescimento da receita da Amazon Web Services AWS cair para 33% no primeiro trimestre, de 34% um trimestre antes, apontou para um aumento em contratos de reservas de instancias RI’s, como evidência de que seus negócios permanecem saudáveis.

Mas as restrições e a escassez relacionadas à Covid-19 podem prejudicar o crescimento futuro da receita. O Google disse que pode enfrentar atrasos no desenvolvimento de novos data centers, e o Hood da Microsoft disse à Reuters que os atrasos na construção dos data centers persistirão.

“Continuaremos a seguir as diretrizes do governo e voltaremos à construção quando for seguro fazê-lo”, disse Hood.

Fonte: Paresh DaveReuters May 1, 2020

Tag: Cloud Management, Governança de TI, Governança Corporativa,

Relacionados

Newsletter 4Matt

Materiais Gratuitos

Tenha acesso a E-Books, Infográficos, Webinars e Vídeos

Posts Relacionados

TerraForm Logo
Governança

Terraform para governança de custos Cloud

Se você chegou até este artigo sobre Hashicorp Terraform, são grandes as chances de você ter responsabilidades DevOps (ou arquitetura Cloud) e está se perguntando:

Flexera Software
Governança

Flexera Software

A Flexera Software foi líder global no quadrante mágico do Gartner nos anos de 2018 e 2019 em soluções de Gerenciamento de Ativos de Software

Oracle Cloud
Governança

Oracle Cloud Infrastructure

A Oracle mudou sua estratégia de nuvem em 2020. A AWS, Microsoft Azure e Google Cloud Platform dominam o mercado público de nuvem, com 60%