6 mitos e verdades sobre a computação em nuvem

mitos e verdades sobre a nuvem
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

computação em nuvem (cloud computing), é um dos mais valiosos recursos de TI atualmente e diversas empresas estão recorrendo à nuvem como forma de sobreviver neste momento de crise Covid-19.

Estas empresas hoje buscam soluções como banco de dados, aplicativos web, máquinas virtuais, servidores remotos e armazenamento em nuvem.

Contudo, há muitas dúvidas em relação à sua aplicação, benefícios e desta forma, deve-se conhecer mitos e verdades sobre a computação em nuvem.

Isto permite a você encontrar a solução ideal para cada caso de uso nuvem  buscando a alta disponibilidade e economia de escala.

Do seu uso, ao planejamento de capacidade,  gastos e recursos, tudo deve ser analisado com conhecimento de nuvem híbrida por profissionais de Tecnologia da Informação.

Para elucidar o assunto, trouxemos um artigo completo com os 6 mitos e verdades sobre a computação na nuvem e também os principais benefícios.

Do especialista em gerenciamento de infraestrutura ou recuperação de desastre ao leigo, facilitamos a compreensão de um recurso que só cresce em escala global.

1. MITO:  Computação em Nuvem é mais caro

A maior dor de uma empresa com TI é a gestão financeira. Um mito comumente difundido acerca da cloud computing é que ela é cara e não reduz os custos.

Contudo, o desenvolvimento de aplicativos e a infraestrutura como serviço IaaS são muito mais baratos que o investimento em uma infraestrutura de TI local, desde sua implementação até a capacidade de escalar os recursos com uma máquina virtual e o armazenamentos de dados.

Vale um destaque: a nuvem pode ser mais cara sim, principalmente se levarmos uma nuvem privada diretamente para nuvem pública sem um diagnóstico de custos prévio com análise de rightsizinng.

2. VERDADE: Nuvem é mais segura

Ambientes criptografados e redundantes dão excelência à segurança da computação em nuvem (cybersecurity). Não à toa, grandes corporações investem pesado na manutenção, gerenciamento de infraestrutura, backup de dados e proteção de dados através da cloud computing.

Além de conter firewalls e antivírus modernos, também possuem menos riscos de sofrerem com desastres naturais, como incêndios e enchentes, pois possuem planos específicos para isto.

3. MITO: Cloud Computing é específica para grandes empresas

Pelo contrário: a adoção da computação em nuvem é viável para micro, pequenas e médias empresas. Isto, porque a solução é pensada para que elas comprem software software sob demanda ou subam rapidamente aplicativos, à medida da necessidade e não precisa preocupar quando possam ter seus recursos liberados.

Ou seja, a cloud computing não é específica para grandes empresas, sendo indicada para os mais variados portes de negócios e principalmente facilitando a transformação digital.

4. VERDADE: Nuvem ajuda a simplificar os processos

Entender os processos de TI, quando falamos em Data Centers por exemplo, restringe o entendimento às aplicaçõesdentro da empresa, tendo então times dedicados. A computação em nuvem tem o diferencial de simplificar os processos, sem que o gestor perca a autonomia do negócio.

É através dessa solução que muitos CEOs e CIO’s enxergam a necessidade atual, como o’simples armazenamento e backup, sem uma ampla consultoria de TI.

5. MITO: Nuvem dispensa o profissional de TI

profissional de TI amplia os benefícios da nuvem. Assim, falar que colaboradores destinados a este fim são dispensáveis é um grande mito. Quanto mais alinhados eles tiveram junto a cloud computing, melhores resultados o negócio experimenta e mais rápida a sua transformação digital.

A dica é que o profissional seja habilitado para trabalhar com esta solução dentro da empresa e não por terceiros somente.

6. VERDADE: Nuvem necessita de bons provedores

Como em qualquer situação e segundo o Gartner, deve-se escolher um bom serviço de computação em nuvem. Isso significa que um atendimento qualificado, funcionalidades moduladas ao negócio e opção de cloud (híbrida, pública, privada), são requisitos primordiais na escolha.

Isto impede que problemas possam surgir, causando instabilidade ou demora na recuperação dos dados armazenados na nuvem.

Uma das melhores práticas para explorar todo o potencial da nuvem é a criação de um centro de excelência em nuvem.

O que é um Centro de Excelência em Nuvem?

Todos os recursos de custos nativos da AWS, Microsoft Azure e Google Cloud devem ser gerenciados por um CCoE. O Cloud Center of Excellence (CCoE) é um grupo de trabalho multifuncional que rege o uso da nuvem em uma organização, conduzindo as melhores práticas entre as funções.

O CCoE tem três responsabilidades principais:

  • Executar a estratégia em nuvem;
  • Impulsionar a colaboração e usando as melhores práticas recomendadas, como Tagging Management, por exemplo;
  • Avaliar e utilizar a tecnologias em nuvem para apoiar iniciativas de negócios.

Como o CCoE é composto por áreas de toda a organização — principalmente finanças, operações e segurança — os projetos e iniciativas que eles criam têm contexto e buy-in de inúmeras áreas fora de TI, garantindo que todos estejam trabalhando para o que é melhor para a organização.

O CCoE tem a tarefa de criar uma cultura de consciência financeira e responsabilidade, ambas cruciais para operar uma função CFM bem sucedida. Alguns dos benefícios indiretos incluem o aumento das margens de lucro bruto, diminuição dos gastos em nuvem, melhorar a velocidade de DevOps e se tornar mais proativo quando se trata de gerenciamento das nuvens hibridas.  

Conhecendo os 6 mitos e verdades sobre a computação em nuvem, confira artigos exclusivos como este em no nosso blog. Não deixe de entrar em contato conosco e entender quais as soluções mais adequadas em TI para o seu negócio.

Marque um HORÁRIO com um de nossos especialistas, ou vá mais rápido e faça um TRIAL em nossa plataforma para entender melhor como podemos apoia-los no controle de custos em nuvens híbridas.

Nós somos a 4Matt Tecnologia, especialistas em Governança de Software e CCoE, Cloud Center of Excellence.

Tag: Plataforma de Nuvem, Implantação de Nuvem, SaaS software, gerenciamento da infraestrutura, armazenamento redes, nuvens híbridas, software como serviço SaaS, plataforma como serviço PaaS, PaaS plataforma, armazenamento de arquivos, provedores de nuvem, computação sem servidor, nuvens públicas, iaas infraestrutura.

Relacionados

Newsletter 4Matt

Materiais Gratuitos

Tenha acesso a E-Books, Infográficos, Webinars e Vídeos

Posts Relacionados

TerraForm Logo
Governança

Terraform para governança de custos Cloud

Se você chegou até este artigo sobre Hashicorp Terraform, são grandes as chances de você ter responsabilidades DevOps (ou arquitetura Cloud) e está se perguntando:

Flexera Software
Governança

Flexera Software

A Flexera Software foi líder global no quadrante mágico do Gartner nos anos de 2018 e 2019 em soluções de Gerenciamento de Ativos de Software

Oracle Cloud
Governança

Oracle Cloud Infrastructure

A Oracle mudou sua estratégia de nuvem em 2020. A AWS, Microsoft Azure e Google Cloud Platform dominam o mercado público de nuvem, com 60%