Governança de TI: Tudo que você precisa saber sobre o assunto

governança de ti
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

governança de TI é um recurso corporativo fundamental para garantir uma gestão de excelência no setor de tecnologia de sua empresa. A partir dela, é possível garantir a segurança e acionar mecanismos de controle em relação a todos os dados da empresa, otimizando os fluxos operacionais e melhorando o processo de tomada de decisão por parte dos gestores.

Você já é familiarizado com o conceito de governança de TI em uma empresa? Nos tópicos abaixo, apresentaremos em maiores detalhes tudo o que você precisa saber sobre os fundamentos desta ferramenta de gestão e sobre como ela pode trazer resultados ainda melhores para o desempenho da sua corporação. Acompanhe a leitura!

O conceito de Governança de TI

Como citado brevemente acima, o conceito chave da governança de TI é garantir que todos os processos e estratégias relacionados à área de tecnologia estejam em alinhamento com as estratégias da empresa.

Ela é aplicada com o intuito de fazer com que todos os investimentos realizados no setor de TI realmente tragam retorno para a empresa, assegurando o seu melhor desempenho e aumentando a produtividade.

Por meio da governança de TI, os gestores traçam planos, metas e objetivos para impulsionar o desempenho da organização, e, para atingir isso, os recursos tecnológicos da empresa têm que ser utilizados em sua integridade e no seu potencial máximo. A governança de TI auxilia grandemente, portanto, no processo de integração de todos os dados e setores da empresa.

Para a governança de TI ser implantada, a fim de garantir que o setor de tecnologia cumpra o seu papel, é necessário, por conseguinte, que os processos da empresa sejam padronizados. Além disso, é preciso pensar em medidas de gestão de riscos para a empresa se prevenir em relação a contratempos na área tecnológica.

Inovação e competitividade

A implantação dos recursos administrativos representados pela governança de TI tem a capacidade de transformar o seu negócio através do setor de tecnologia, fazendo com que o conceito de inovação esteja sempre presente dentro da empresa.

Neste sentido, a área de TI, quando bem alinhada com os propósitos e metas da corporação, passa a funcionar como uma parceira estratégica da gestão, o que faz com que os níveis de produtividade e competitividade sejam impulsionados.

Traçando estratégias de qualidade

Com o objetivo de obter a melhor qualidade possível, não somente na área de tecnologia, mas em toda a cadeia produtiva da corporação, a governança em TI traça estratégias para otimizar o aspecto organizacional da empresa.

Um setor de tecnologia sem um planejamento consolidado, pode gerar uma série de problemas, como eventuais defeitos em dispositivos digitais e infraestrutura de informática e a quebra de sigilo dos dados, comprometendo a confidencialidade das informações da empresa e até mesmo causando prejuízos financeiros para a corporação.

A aplicação da governança de TI, no entanto, faz com que a probabilidade de erros e incidentes diminua, uma vez que a partir dela são desenvolvidas metas de segurança e controle em relação ao setor da tecnologia, o qual é cada vez mais essencial para todo e qualquer empreendimento.

Gostou do conteúdo? Continue lendo outros posts sobre assuntos relacionados em nosso blog ou assine a nossa newsletter!

Relacionados

Newsletter 4Matt

Materiais Gratuitos

Tenha acesso a E-Books, Infográficos, Webinars e Vídeos

Posts Relacionados

TerraForm Logo
Governança

Terraform para governança de custos Cloud

Se você chegou até este artigo sobre Hashicorp Terraform, são grandes as chances de você ter responsabilidades DevOps (ou arquitetura Cloud) e está se perguntando:

Flexera Software
Governança

Flexera Software

A Flexera Software foi líder global no quadrante mágico do Gartner nos anos de 2018 e 2019 em soluções de Gerenciamento de Ativos de Software

Oracle Cloud
Governança

Oracle Cloud Infrastructure

A Oracle mudou sua estratégia de nuvem em 2020. A AWS, Microsoft Azure e Google Cloud Platform dominam o mercado público de nuvem, com 60%